RSS

Arquivo da tag: textos simples

Unimed-RJ propõe momento de reflexão sobre a comunicação interna

30/05/2012 – 18:13:52

Por Janaína Machado

A palestra de número 16 deste segundo dia do Congresso que a Mega Brasil realiza, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo, foi um verdadeiro momento de reflexão proporcionado por Rafael Oliveira, coordenador de Comunicação da Unimed – Rio. O tema pelo qual ele discorreu foi a “Comunicação Interna na Unimed-Rio: Conquistas, Desafios e Barreiras para gerar aprendizado” e ele aproveitou para provocar a plateia com questionamentos acerca de seu processo em todo o país: “Como ela, a comunicação interna, está hoje sendo tratada no país? Para que ela serve? Como estamos e para onde vamos?”, perguntou.
Em suas reflexões, o também professor universitário disse que é fundamental que os profissionais de comunicação que atuam em uma área interna de uma empresa escrevam escrever textos concisos, menos jornalísticos, de forma mais ágil, pois estão lidando com o cliente interno. E este está cada vez mais focado em metas, sem tempo para ler notícias muito elaboradas.
O foco e desejo de toda área de comunicação interna de uma empresa é ser estratégico desde o início, realizar planejamentos e executá-los de forma a mostrar que não está no fim da linha de produção. “Temos que acabar com a era da comunicação interna como mero fazedor de jornalzinho. O importante é gerar informação, conhecimento, aprendizado, mudança de comportamento. Que tal gerar “educomunicação”, fazer com que os funcionários se sintam esclarecidos para melhorar seu trabalho?”, questionou.
Para Oliveira, é fundamental considerar este aspecto, uma vez que os funcionários se comunicam dentro da empresa e querem saber o que está por trás de cada informação. “Textos simples e informativos, esta é a minha proposta”, disse. Outro ponto levantado por Rafael Oliveira foi a questão a do compartilhamento de material via redes sociais corporativas. “É uma forma de acabar com guetos dentro das empresas, criando, inclusive, vínculos emocionais em função do engajamento e colaboração de pessoas de outras áreas. Sou a favor de rever processos, pois em algum ponto da criação da Comunicação Interna ela começou errada e deve ser mudada.”
Aproveitar a tecnologia e a simplificação que ela criou é o caminho a ser seguido. “Mobile e storytelling são ferramentas para ficarmos de olho, pois podem muito bem ser aproveitadas”, disse. “Nossa missão como comunicador está mudando, assim como nosso público e os canais de comunicação. Tudo está passando por aprimoramentos e estudos. As empresas estão se transformando, mas e nós?” (Foto: Agência Imagem)

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31/05/2012 em Uncategorized

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,