RSS

O canto que pode agilizar a comunicação

16 abr

press-bird

Este texto é uma mea culpa. Quero tirar o chapéu para  o canto do passarinho ao lado, mais conhecido como Twitter. Meu texto “A falta de rapidez na comunicação“, publicado no blog, no dia 13 de abril, dizia que “(…) Claro que Twitter, Facebook não podem ser utilizadas por uma empresa, mas estas ferramentas não deixam de ser excelentes para que outros aplicativos possam ser criados e comunicar rapidamente uma notícia dentro de uma empresa. Por meio destas ferramentas e idéias que se criam meios de comunicação para as organizações.”

Confesso que me enganei. Outra confissão! Escrevi pensando em uma grande empresa  que tenho o prazer de conhecer  e a certeza absoluta de que esta mídia nunca, mas nunca será aplicada e, caso algum gestor pegue o funcionário acessando-a, certamente levará uma boa chamada ou demissão por justa causa. Mas o Twitter pode sim ser utilizado pelas empresas, tanto que a jornalista Paula Cabral Menezes, acabou me enviando a informação  de que o aplicativo já foi usado este ano pela empresa americana SolidWorks em uma convenção mundial, na cidade de Orlando, Flórida.  A idéia era incentivar os quatro mil participantes a ter o Twitter como ferramenta de comunicação durante o evento. Como a Paula, minha amiga e jornalista Vany Laubé, acreditam que em muito pouco tempo estas ferramentas estarão nas organizações. E como a Paula mesmo disse: “agilidade é a palavra de ordem“. Ela está certíssima e eu concordo plenamente.

O Twitter está se mostrando mais forte do que o imaginado. Acho que quando esta mídia foi lançada em 2006, ninguém poderia imaginar a revolução e o seu o poder. O formato de miniblog, mais utilizado pelos adolescentes como forma de diário, tem espaço apenas para 140 palavras. O suficiente para uma comunicação ágil dentro de uma empresa.

Claro que o Twitter pode entrar nas organizações como uma boa ferramenta de comunicação. Não seria modernismo e sim uma ferramenta que agilizaria a comunicação e evitaria, quem sabe,  a “rádio corredor”.

E em pouco tempo ela estará em empresas aqui no Brasil, se é que já não está. Lendo a entrevista de Daniel Medina, diretor de comunicação da NokiaSiemens Networks, no portal “Nós da Comunicação“, fiquei impressionada com a preocupação desse diretor em agilizar a comunicação dentro da empresa. É fato raro. Temos que ser realistas. Ele faz parte de um grupo seleto de diretores preocupados com isto. Em sua entrevista ele declara entre muitas coisas interessantes que a empresa utiliza blogs internos, newsletters globais e regionais etc. Ele diz: .”Em alguns lugares como na Europa, onde a cultura de SMS é muito difundida, utilizamos mais esse canal, pois todos os funcionários têm celulares corporativos. Hoje estamos utilizando também outras ferramentas de web 2.0, como wikis e personal blogs, porque, sendo uma empresa de tecnologia de ponta, é imprescindível sermos sempre capazes de nos comunicar com todos os nossos públicos internos e externos.”

Isto é maravilhoso! Mesmo não trabalhando na NokiaSiemens senti orgulho de saber que existem pessoas no mercado preocupadíssimas com a agilidade na comunicação interna. Onde trabalhei os executivos se comunicavam via sms por meio de seus smarthphones.

Já tinha assinado meu Twitter, mas como sou usaria do Facebook e acho uma mídia boa e ágil, acabei por deixar meu Twitter de lado. Quando vi o texto da Vany, em seu blog Mosaico Social, acordei com o canto do passarinho.

Empresas fiquem espertas! Esta ferramenta é forte e tem poder. Pode ser usada dentro de uma organização com sistema de segurança. Acordem com o canto deste pássaro. Certamente a organização e os colaboradores estando mais informados e se comunicando por meio de uma mídia simples, conseguirão alcançar metas e objetivos com muito mais facilidade do que o imaginado.

E uma última informação:  a Associação Brasileira da Propriedade Intelectual dos Jornalistas Profissionais, a APIJOR, acaba de lançar o Twitter em sua página, como meio de divulgar o seu boletim diário. A cada minuto tem alguém, em alguma parte se rendendo as mídias sociais.

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 16/04/2009 em Comunicação Interna

 

Uma resposta para “O canto que pode agilizar a comunicação

  1. Paula Cabral de Menezes

    16/04/2009 at 10:22

    Que mea culpa que nada. Mea culpa devemos fazer quando não ouvimos as centenas de passarinhos que cantam o tempo todo. A principal questão do uso das mídias sociais nas empresas acredito que seja o bom senso. Como fazer bom uso delas? Responder uma mensagem ou email particular durante o expediente pode significar resolver um problema e ter tranquilidade para fazer o trabalho com eficiência. Mas também pode ser um fator de dispersão. Aí depende de cada um. Para as empresas, acredito que é complicado “controlar” o uso, realmente é mais fácil proibir, pura e simplesmente.
    E não podemos deixar de lado a questão da segurança, tanto no tráfego das informações quanto na infecção por vírus. Mas aí é um problema para o pessoal da TI resolver.
    As empresas cada vez mais se apropriam das mídias sociais, desenvolvem novos usos, como foi o caso do Second Life, do Flirck, dos blogs, entre outros. Mais uma vez, tudo é uma questão de bom senso, por parte de todas as pessoas envolvidas no negócio.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: